História - Parte 1

Ir em baixo

História - Parte 1 Empty História - Parte 1

Mensagem por cosmos em Sab Nov 26, 2011 3:23 pm

Olá! Sou novo aqui na comunidade (aqui e na MRM) e tive uma idéia durante um Sonho Lúcido que tive de alguns dias atrás! Avaliem a história, aí:

Introdução -
Spoiler:
Exatamente neste momento, estou sentado em uma cadeira desconfortável, tentando explicar, através desta história, o que realmente aconteceu.
Talvez eu esteja escrevendo isto, mais como um pedido de desculpas. Talvez se eu explicar que eu realmente falhei, eu consiga me livrar desta culpa que está me corroendo. Caso alguém leia está história, procure não ficar muito intrigado.

Parte 1 -
Spoiler:
8 Dias antes do Acontecimento

Era apenas mais um dia de trabalho. Acordei as 6:40, tomei banho, café e entrei no carro para começar a grande viagem de 5 Km até a universidade. Trabalho na universidade a quase 4 anos, fazendo pesquisas mais especificamente na área de virologia. Não tinha do que reclamar. Adorava trabalhar como virologista, era solteiro e um dos mais importantes Pesquisadores da área da Medicina.
Entro em meu laboratório, dirijo meus olhos para minha mesa,... Cheio de relatórios! Ajeito as papeladas e enfio tudo dentro da gaveta. Um de meus companheiros de trabalho entra no laboratório, com uma expressão que jamais tinha visto naquele rosto. Parecia ser uma cominação de tristeza com seriedade. Ele segura em sua mão uma ampola e vem correndo em minha direção. Coloca a ampola em um suporte e com algum equipamento, ele colhe alguns milímitros daquela substância. Põem em um microscópio e manda-me analisar, com uma certa pressa, dizendo:
_ O que isto está lhe parecendo?
Eu olho para a amostra e não entendo nada do que estava acontecendo ali.
_ Deixe a ampola aqui, que mais tarde darei uma olhada melhor! _ Respondi para não parecer experiente.
O meu colega, Christian, sai do laboratório e 2 segundos depois vou correndo estudar no microscópio.
_ O que será isto? _ Pergunto a mim mesmo.
Foi nesta hora que me lembrei que desde quando estava na faculdade e o meu professor de Medicina fazia alguma pergunta, era sempre o primeiro a responder. Não existia nenhuma pergunta que eu não conseguia responder. Sempre li e ainda leio alguns livros por semana, todos sobre o mesmo assunto. Quando o professor nos mandava ler um livro, eu apostava comigo mesmo que já teria lido o livro antes. Esta seria a primeira questão na qual eu realmente não acharia uma resposta.
Óbviamente, eu não desistiria tão rapidamente. Então comecei a analisar aquela amostra de uma forma diferente. Analisei cada pedaço, cada raíz da amostra e escrevia o nome que cada parte do vírus representava.
Passei a manhã e a tarde inteira fazendo isto. Quando finalmente percebi que tinha terminado, olhei para o relógio percebi o ponteiro do relógio indicando que já era 19:40. Peguei a folha com as anotações, coloquei na mala, tranquei o laboratório e fui para casa.
Ao chegar em casa, totalmente nervoso por não reconhecer o que estava na ampola, coloquei o papel com as anotações encima da mesa e fui estudar a amostra. Parecia que aquela amostra seria algum tipo de um novo vírus, mas ainda não conseguia descobrir de onde seria sua origem. Liguei para Christian para extrair todo o tipo de informações necessárias sobre este tal novo vírus.
_ Alô?
_ Oi! Quem é?
_ É o Wilvard!
_ Ah, oi! Escuta, você já terminou o relatório sobre a amostra que te passei, hoje de manhã?
_ Bem, era sobre isto que telefonei! Aonde você conseguiu aquela amostra?
_ Eles não me passaram uma informação completa sobre a amostra, mas parece que um hospital aqui de Londres, a detectou em um de seus pacientes. Por quê?
Foi exatamente nesta hora em que comecei a ficar nervoso e a suar. Se a transmissão do vírus fosse feita via ar, mais algumas dezenas de pessoas ficariam doentes.
_ É um vírus! _ Eu disse, tentando esconder o nervosismo.
_ Depois te ligo! _ Respondeu com uma certa preocupação, logo em seguida desligou o telefone.
Bem, agora ele poderia ter feito apenas uma coisa, ter ligado para a Universidade o mais rápido possível para que ela avisasse ao hospital, no que resultaria em um isolamento do departamento ou até mesmo do hospital inteiro.

Caso tenham gostado da história, eu irei postar sua continuação!

Críticas e Elogios serão bem vindos! Very Happy

cosmos

Mensagens : 29
Data de inscrição : 26/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

História - Parte 1 Empty Re: História - Parte 1

Mensagem por Lithium em Seg Nov 28, 2011 9:21 pm

É boa, mas tem alguns erros gramaticais
Põem em um microscópio e manda-me analisar, com uma certa pressa, dizendo:
Posta a continuação que eu achei legal Smile
Lithium
Lithium

Mensagens : 33
Data de inscrição : 26/11/2011
Idade : 33
Localização : Santarem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum